sexta-feira, 25 de março de 2011

Tudo é Eventual – Stephen King













Autor: Stephen King
ISBN:
857302724X
Editora: Objetiva
Número de páginas: 304
Ano Edição: 2005





Hoje vou fazer uma resenha de um livro que queria ler há muito tempo. "Tudo é Eventual" é composto por contos escritos por Stephen King, o qual dispensa qualquer apresentação, e foi o primeiro livro que eu li do autor. Sempre quis ler esse livro por causa do filme 1408, com Jonh Cusack Jerome *_* e Samuel L. Jackson. Eu amo esse filme e quando descobri que era baseado num conto de King fiquei louca pra ler.

Como o livro é de contos, vou falar o que achei de cada um.

Sala de Autópsia 4

O homem está consciente e não consegue se mexer, de repente ele percebe que está prestes a sofrer uma autópsia e tenta desesperadamente mostrar que está vivo.
Muito bom conto, me fez ter certeza que eu quero ser cremada!!

O Homem de Terno Preto

As memórias de um velho de quando ele encontrou o diabo em pessoa.
Não assusta, mas é muito interessante.

Tudo o que Você Ama lhe Será Arrebatado

As dúvidas de um homem que não sabe se mata.
Eu amei o conto, gosto de personagens que vivem em dualidade com sua vida e a angustia que isso causa. E o final do conto te deixa muito agitado porque não esclarece exatamente o que aconteceu.

A Morte de Jack Hamilton

Disparado o pior conto do livro. Simplesmente conta a morte lenta e chata do tal do Jack Hamilton.

Na Câmara da Morte

Esse conto é sobre a tortura de um mercenario que trabalha para rebeldes de um país da América do sul. Na verdade, nem lembro muito desse conto, eu devo ter lido enquanto estava dormindo.

As Irmãzinhas de Eluria

Esse conto se passa no mundo criado por King em A Torre Negra. Conta a história de quando Roland, o pistoleiro, sofre uma emboscada e vai parar numa tenda de Irmãs (tipo freira mesmo) Vampiras.
Tenho muita vontade de ler a série A Torre Negra, e o conto nos mostra um pouco desse mundo criado pelo autor. O conto é bom, mas muitas vezes o ritmo da história foi lento e tedioso, mas me deu muita curiosiade de ler a série.

Tudo é Eventual

O conto que entitula o livro narra a história de um homem que tem um dom especial, e que vive em uma rotina na qual começa a semana pobre e termina a semana pobre.
Eu não gostei muito do conto porque não consegui entender o personagem e suas ações. Ele é realmente frustante, um personagem apático e sem graça. Talvez essa seja a graça do conto, mas eu não curti.

A Teoria de L.T. Sobre Animais de Estimação

No decorrer desse livro percebemos duas coisas sobras as quais King gosta de escrever: O Maine, seu estado natal, que está presente em vários contos do livro e sobre casamento.
Esse livro conta a história de um casal que se separou por causa dos animais de estimação, é interessante a teoria do livro.

O Vírus da Estrada Vai Para o Norte

Esse foi o conto que mais me assustou e eu acho que mostra mais o estilo de histórias pelas quais ele ficou famoso.
Conta a história de Richard Kinnel. Ele compra um quadro numa liquidação de garagem, quadro esse que o autor afirma ter um igual, sendo que o quadro vai mudando e coisas terríveis vão acontecendo. É realmente é muito assustador.

Almoço no Café Gotham

Mais um conto sobre fim de casamento, mas esse é tão trágico que chega ser cômico. A mim, pelo menos, rendeu umas boas risadas.
Um casal tem um a reunião sobre o divórcio e um maitrê maluco começa a atacar todo mundo no restaurante.

Você só Pode Dizer o Nome Daquela Sensação em Francês

Um casal vai comemorar os 25 de casados, mas junto com as lembranças desses momentos ela sente uma constante sensação de deja vú. 
Eu demorava a perceber quando era sonho ou realidade.

1408

O conto que eu tinha mais vontade de ler foi o que mais me decepcionou. O começo do conto é igual ao filme: Mike Eslin, escritor famoso pelo seus livros de tematica sobrenatural, como dez noites em dez casas mal assombradas, resolve ir para o Hotel Dolphin em Nova York investigar o quarto 1408, que é um quarto onde ocorreram vários suicidios. No entanto, o gerente do Hotel tenta convencer Mike, que é cético em relação a coisas sobrenaturais, a desistir de ir para o quarto, mas nada pode convencê-lo e então ele viu que realmente aquele quarto tinha algo a mais. No conto o que acontece depois é muito sem graça, realmente nesse caso o filme é muito melhor.

Andando na Bala

Esse conto é o melhor do livro com certeza. Parece aquelas velhas histórias de terror que sempre ouvimos, mas nesse caso King consegue ser mais pessoal e toca em questões familiares, arrependimento e escolhas. Enfim, um conto muito bom, não é a toa que é o e-book mais bem sucedido de todos os tempos. Cuidado com quem você pega carona, principalmente perto de um cemitério.

A Moeda da Sorte

Moral da história: se você ganhar um bom dinheiro em um jogo de azar não tente ganhar mais.


Eu gostei do livro e do estilo do autor, claro que ainda não li nenhum dos seus clássicos, mas com certeza ele tem o dom da escrita.

O ponto negativo do livro está na tradução, não gostei. Muitos termos traduzidos incorretamente ou de forma leviana, o que faz o fluxo do livro ficar comprometido e a credibilidade com o texto do autor fica abalada. Também não gosto da fonte usada no livro, cansa a leitura.
Livros de Stephen King são os mais caros, deviam ter uma qualidade de tradução e acabamento melhor, essa é a minha opinião.

Bom sábado
e comentem na minha resenha =D,nunca se sabe quando alguem resolve fazer uma surpresa.

Atualização
 
Como prometido, fizemos um sorteio de marcadores entre os comentaristas desta resenha. E o resultado foi:



O comentário de número 9 foi feito por Olhos de Ressaca. Parabéns, você tem 3 dias para entrar em contato conosco através do e-mail prateleiracultural@yahoo.com.br e nos enviar seu nome completo e endereço, ou então faremos outro sorteio.

Obrigada a todos que comentaram =D

17 comentários:

  1. Nunca li nada de Stephen King... também gostei muito do filme 1408... e fiquei até impressionada... porque enquanto meu marido ficava assustado... eu ria... será que é por causa dos livros que ando lendo... vc tbm lê Georgina Kincaid? Por que chama Jerome, ops, John Cusack de Jerome?
    Adorei a resenha, parabéns!
    Beijos,
    @Ci_FotoseLivros

    ResponderExcluir
  2. Jurava que 1408 era um livro, e não apenas um conto...
    Uma das minhas metas pra esse ano é ler pelo menos uma das obras do Stephen King, porque eu gosto dos filmes que se baseiam no que ele escreve, então provavelmente vou gostar do estilo literário dele. Esse "O Vírus da Estrada Vai Para o Norte" realmente despertou minha curiosidade; se for pra ler King, tem que ser pra ler algo bastante assustador, rs.

    =*
    http://livrosletrasemetas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Fiquei com vontade de ler alguns desses contos! Gosto de histórias de terror apesar de ficar morrendo de medo. hehehe

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto de Stephen King,embora ainda não tenha lido um livro dele, mas tenho acompanhado sua carreira, até o episódio "Feitiço" ele criou para a série "Arquivo X". "Tudo é eventual" pode ser um bom começo para conhecer as obras deste fabuloso escritor. Eu recentemente pedi emprestado o filme "1408",coincidência?
    Amanda Ramos
    @ramosdeamanda

    ResponderExcluir
  5. Legal sua resenha, apesar de eu discordar de coisas que você disse. Por exemplo eu acho o conto Tudo é Eventual muito foda, ainda mais depois que Stephen King conta o que lhe inspirou a escrever o conto!
    Uma dica para quem quer ler o conto Andando na Bala é ler antes o livro Christine.

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho medo só de ouvir o nome "Stephen King".

    Não li nada dele, e vi poucos filmes que me fizeram dormir de luzes acessas.

    assisti 1408, e axei apavorante....

    Esse livro (e nenhum outro do S.K.) vão para a minha lista de leitura, pq simplesmente fico apavorada com qualquer história de horror hehe então evito :P

    É uma pena que o conto 1408 não tenha sido tão bom, geralmente o q est ano livro é melhor neh. Ja pensou se esse do quadro que vai mudando vira filme????


    Beijos

    ResponderExcluir
  7. eu nunca li nada do rei do terror, na verdade, acho que de terror mesmo só li um livro e foi do filho dele. Vale? Por mais que eu sinta vontade de ler algo de King, não é o bastante pra eu ler =}

    ResponderExcluir
  8. Gosto muito de contos de terror e poucos escrevem com S.K. Também gosto muito dos filmes baseados nos livros dele. Mas ás vezes não é bo ver os filmes antes de ler os livros. A maioria das histórias são só base mesmo. E se a gente gostar da premissa do enredo, corre o risco de se decepcionar com os destinos dos personagens nas páginas.
    Adorei ler uma resenha sobre um livro fora da mídia de autor que amo.
    Parabéns.
    Bj
    @Mariskal

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nenhum livro do Stephen King e morro de vontade, me interessei pela maioria dos contos uns só pelas descrições dão um certo arrepio rs, vai pra listo dos que quero ler com certeza.

    ResponderExcluir
  10. Depois de já ter lido, "Depois da meia noite", "sombras da noite", "O iluminado", "Christine" "insonia", "jogo perigoso", "a maldição do cigano" "cemitério maldito" "A espera de um milagre" e mais alguns outros (ainda na estante uns para ler) e já ter vistos filmes de alguns desses livros e inclusive o filme "A dança da morte" percebe-se que sou apaixonada por Stephen King. Fiquei um tanto curiosa para ler o livro "Tudo é eventual" com toda certeza terá lugar cativo em minha humilde biblioteca.

    ResponderExcluir
  11. Na verdade alguns dos contos tem filme, o virus da estrada, almoço no cafe gotham, andando na bala e mais alguns possuem curtas ou longas metragens, mas ainda não vi nenhum.

    ResponderExcluir
  12. Nossa , que interessante , eu nao sabia que 1408 , era baseado em um conto de stephen king , gostei das resenhas dos contos , talvez eu leia *-* , outro filme que parece que é inspirado em um conto dele é o , carrie a estranha , ta todo mundo pode saber disso , mais eu sou meia burrinha ! , kkk. adorei o blog , muito perfeito , tao de parabens !

    ResponderExcluir
  13. Eu amo O Iluminado e adorei saber que Stephen King e a mulher não usam mais celular depois dele ter escrito celular XD

    Fiquei interessada em ler esse livro!

    ResponderExcluir
  14. Nunca li nadinha dele..
    Ainda mais que d terror acho q nao aguento.. surto antes d medo..heheh
    Bjokas

    ResponderExcluir
  15. Já li quase tudo do Stephen King. Acho que O Cemitério é o melhor de todos os romances de terror. Os contos são ótimos também.

    ResponderExcluir
  16. CARAMBA!!!

    Mistério, terror e suspense SEMPRE foram palavras de ordem para mim em livros, imaginem minha alegria ao ver uma resenha do livro de contos de Stephen King?? MARAVILHA!!

    Concordo com a Virgínia: alguns contos são melhores que os outros, realmente, mas não chega a me surpreender - em contos o leitor sempre capta várias 'nuances' do autor: os escritos mostram as variações de sua Deusa da Inspiração ^~

    Apesar de alguns invariavelmente terminarem de formas bruscas ou inconclusivas, gosto muito de ler contos \o/

    Se não me engano, é exatamente essa característica que torna um tantinho complicado resenha-los, pela natureza curta dos contos, que por sua vez não nos deixa conhecer melhor personagens e suas motivações e ações ^^

    Também curti demais o Quarto 1408, E minha pedida eterna é:

    MISTÉRIO & TERROR!! *_________*

    Illyana


    Ana Paula Cabral de Melo
    Illyana HimuraWakai
    illyana.himura@gmail.com
    @IllychanHimuraW

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D