quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Livro X Filme: Cotoco
















Editora: Intrínseca
Autor: JOHN VAN DE RUIT
ISBN: 9788598078854
Número de páginas: 392


Sinopse: O ano de 1990 na África do Sul será decisivo tanto para o país quanto para o garoto John Milton. Nelson Mandela está prestes a ser libertado, e, aos 13 anos, John (que graças às suas partes íntimas pouco desenvolvidas é debochadamente apelidado de Cotoco), acaba de ingressar em um internato de elite só para meninos. Ali, Cotoco viverá muitos dos ritos de passagem que envolvem essa fase da vida, e terá de fazer isso enquanto convive com pais, no mínimo, exóticos; uma avó gagá, e colegas de dormitório para lá de estranhos (com apelidos do tipo Lagartixa, Rambo, Rain Man e Cachorro Doido). 



Cotoco foi umas das maiores surpresas literárias que já tive na minha vida, pois a capa e o título à primeira vista não me chamaram atenção.

O livro tem uma narrativa leve e muito engraçada, posso afirmar que Cotoco foi o livro que mais me fez rir na vida, o John Van de Ruit consegue mesclar comédia, drama com uma escrita de alta qualidade. Cotoco também tem várias referências literárias, como o Senhor dos Anéis, e outros livros que nunca ouvi falar.

Os personagens são uma atração a parte, adoro os oito loucos, principalmente o Cotoco, o Vern e é claro o Lagartixa, sem dúvida meu personagem favorito, também gosto muito dos Pais do Cotoco e da avó dele que é super maluca e sempre repete a mesma história, os professores também são legais e o meu favorito é o Guv.

Cotoco é um livro excelente, recomendo para qualquer pessoa, você vai rir, chorar, e torcer para que nosso protagonista consiga se livrar das confusões que ele se mete.

Por favor, leia.


 O Filme











Título Original: Spud
Gênero:Comédia
Direção:Donovan Marsh
Roteiro:Donovan Marsh
Elenco:John Cleese Troy Sivan





Sempre fico com medo quando um livro que eu gostei muito é adaptado para o cinema, mas com Cotoco esse medo não existiu, pois só de ver o cartaz do filme deu para perceber que houve um cuidado na produção.

O filme é bem fiel ao livro, apesar de deixar alguns elementos de fora e modificar a ordem dos acontecimentos, a adaptação como um todo foi muito satisfatória, e é claro se passa na África do Sul, esse foi o primeiro filme Sul Africano que vi e o sotaque deles é muito estranho e o inglês não é fácil entender, menos o do John Cleese, que é Inglês.

O elenco é uma atração a parte, Troy Sivan é o John Milton perfeito, ele é muito bonitinho e uma gracinha, soube incorporar o personagem e dar a ele todos os elementos do livro, também adorei o ator Jamie Royal que fez o Lagartixa, que com certeza se firmou como meu personagem favorito depois que vi o filme, também temos o John Cleese que faz o professor Guv, ele ficou perfeito para o papel.

Cotoco, o filme, é uma produção excelente, a trilha sonora, o elenco e o roteiro são maravilhosos e se você amou o livro vai amar ainda mais o filme, mesmo que algumas das partes mais engraçadas tenham ficado de fora.

Recomendo tanto o livro quanto o filme, ambos são excelentes.


6 comentários:

  1. Já ouvi falar desse livro, mas essa é a primeira resenha que leio. Confesso que também não tinha me chamado muita atenção, mas depois da sua resenha, me deu vontade de lê-lo! Vou ver se assisto o filme também :D

    ResponderExcluir
  2. Quero MUITO ler esse livro! Vc viu o vídeo da Patrícia Pirota sobre ele??

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem?
    eu li o livro e estou louca para ver o filme?
    E não acho... Alguma dica?

    Bjooos

    ResponderExcluir
  4. Eu baixei o cotoco por torrent, é mais fácil voce procurar com o nome em ingles , spud, que voce acha pra baixar .... só não sei se tem legendas

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Acho a mesma coisa kkkk e eu tenho a leve teoria que o Cotoco era o John Van de Ruit na adolescencia, pq n é possível, eles tem o mesmo nome e são do mesmo lugar e o autor era novo nessa época, eu acho q ele foi o Cotoco!!! u.u

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D

Projeto Lendo a estante #1

Eu tenho o blog desde 2010, e desde então começou minha compulsão por comprar livros e mais livros e nunca acabar mais. Hoje me vejo com seg...