quarta-feira, 27 de junho de 2012

A arte da imperfeição - Brené Brown














Autores: Brené Brown
Titulo: A Arte da Imperfeição
ISBN: 9788581630106
Editora: NOVO CONCEITO
Número de páginas: 184



Sinopse:Este livro é sobre como deixar de se preocupar com "O que os outros vão pensar?" e acreditar que "Eu sou suficiente". A cada dia nos deparamos com uma enxurrada de imagens e mensagens da sociedade e da mídia nos dizendo quem, o que e como devemos ser.

A ideia de que só será feliz quem levar uma vida perfeita e ter um olhar perfeito sobre ela é muito discutida. Assim, acabamos sentindo vergonha de realizar algo no qual podemos fracassar.
E se eu não atender às expectativas? O que as pessoas vão pensar se eu falhar ou desistir? Quando posso parar de provar a mim mesmo?
Em A Arte da Imperfeição, Brené Brown ensina o leitor a lidar com a vergonha, aceitar seus defeitos e ser autêntico quando o assunto é viver bem e ser feliz.


Eu odeio livros de auto-ajuda, minha bronca com esse gênero vem por parte da coleção de livros de autoajuda que minha mãe possui, são títulos que não a ajudam em nada e que sempre abordam dos mesmos assuntos, eu simplesmente não gosto deste tipo de literatura. 

Quando recebi A arte da imperfeição fiquei com os dois pés atrás, não sabia quando iria ler, o tempo foi passando e eu vi várias resenhas positivas de pessoas que assim como eu não gostam de autoajuda, resolvi encarar o livro e me arrependi.

A arte da imperfeição é feito a partir das pesquisas da PHD Brené Brown sobre vergonha, incertezas e insegurança, ela da várias orientações ao longo do livro, ela dá muitos exemplos de coisas que aconteceram com ela para ilustrar os tópicos que ela nos apresenta no livro. 

Não consigo me aprofundar mais no enredo, pois são muitas questões levantadas neste livro, cada pessoa que vai ler terá uma visão ou conexão diferente com a narrativa da Dra. Brown, eu já havia visto vários comentários de que o livro não era autoajuda, realmente ele tenta se disfarçar, porém lá no fundo ele é mais um representante do gênero. 

Eu poderia dizer que a A arte da imperfeição é ruim, mas não irei fazê-lo, ele cumpre as expectativas do leitor quanto ao que ele propõe, mas para mim não foi um livro que teve impacto positivo, só achei um simples e velho autoajuda.




11 comentários:

  1. Eu não gosto de auto-ajuda, mas ando curiosa com esse livro, mas com o pé atrás. Provavelmente não irei ler.

    Beijos,

    Carissa
    http://artearoundtheworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Essa capa não me ganhou, mas a sinopse e a resenha é interessante. Tenho vontade de ler.

    ResponderExcluir
  3. Eu ganhei esse livro e achei que a capa até que é bonita, vou ler com certeza, mas vai levar um tempinho para eu chegar até ele.

    ResponderExcluir
  4. Gostei desse livro porque tenho certeza que ele te faz pensar em muitas coisas. Um livro diferente lançado pela NC.

    ResponderExcluir
  5. Confesso que não me interesso muito por livros de auto ajuda, mas estou curiosa sobre esse livro.
    Resenha bastante interessante.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  6. Tb não sou muito favorável a este tipo de leitura. No entanto, os temas abordados me deixam curiosa para folhear e ler alguns trechos... para ver se quero realmente ler o livro.

    ResponderExcluir
  7. Tinha tanta expectativas com esse livro, primeiro pq achei que ele fosse além de um auto ajuda, que fosse ser um algo mais, que pena , mas por curiosidade quero ler !

    ResponderExcluir
  8. Já li um ou dois livros de auto-ajuda e achei meio chatinho, porém, na maioria dos casos (de modo geral) eles acabam ajudando, mesmo! Então, creio que devo gostar desse livro, nem que seja um pouquinho. Até que não me parece ser tão ruim!

    ResponderExcluir
  9. Gosto de livros de autoajuda, já li alguns. O problema que infelizmente ainda não consegui colocar em prática .Sou meio parada.

    soniacarmo
    retalhosnomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Assim como você, também não gosto de auto-ajuda.. O unico livro desse genero que gostei bastante foi O Vendedor de Sonhos.

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D