domingo, 13 de julho de 2014

Mago - Mestre - Raymond E. Feist








Autor: Raymond E. Feist
Editora: Saída de Emergência
Titulo: Mago - Mestre
Titulo Original: Magician
Ano de lançamento UK : 1982
Ano de lançamento Brasil: 2014
ISBN: 9788567296036
Nº de Páginas: 432


Mago- Mestre é a segunda parte da história que começou em Mago Aprendiz, o épico de fantasia de Raymond E. Feist.


Com a empolgação do fim do primeiro volume fui com muita vontade para ler Mago - Mestre entretanto me deparei com um problema: assim como no primeiro volume, o começo deste livro é incrivelmente lento, pelo menos no primeiro tínhamos a descoberta de coisas novas. O que ocorre é uma sucessão de acontecimentos que não chamam atenção e deixam a narrativa muito morna, somente a partir da página 220 as coisas finalmente melhoram.

O livro é divido em três pontos de vista, o de Pug como escravo, o de Tomas como soldado no reino dos elfos e o Arutha como príncipe do reino de Crydee. Claro que a maior parte da narrativa acompanha o lado de Pug mas este recurso usado pelo autor é essencial para que tenhamos uma visão ampla da história, seria praticamente impossível ter a visão de um único personagem em um livro como este, iria limitar muito a narrativa, ponto positivo para o autor.

Pug já está há muitos anos como escravo, e é ainda na terra inimiga que ele tem a oportunidade de continuar seu treinamento de mago, que tinha sido iniciado com o mestre Kulgan e que foi interrompido com a guerra. Ele sempre foi meu personagem favorito da trama, e a evolução dele durante o livro é muito interessante de se ver, há definida uma 'jornada do herói' para este personagem, e apesar de algumas mudanças que ele sofre é quem mais amadurece na trama.

Arutha também é um personagem que gosto muito, este clã formado por ele, Martin do Arco e Carlyne mostra o lado daqueles que ficaram em Crydee durante a guerra, que além de lutar contra o inimigo tem que lutar internamente pois há divergências, intrigas e lutas pelo trono. Esta parte mais politica é igualmente interessante.

Contudo minha decepção neste livro vai toda para Tomas, que esta no reino dos elfos utilizando uma armadura que afeta sua personalidade, ou seja, ele esta insuportável, aquele garoto leal que vimos no primeiro praticamente inexistente, realmente foi uma parte do livro que me desagradou e o que tornou a leitura ainda mais lenta.

Gostei bastante do final da trama, das escolhas que ele fez, e principalmente por ter feito algo que eu aguardava desde o inicio ( não vou contar pois é spoiler).

Minha dúvida se remete ao que ele vai retratar na sequencia já que tudo se 'resolveu' neste volume, claro que ele deixou uma ponta solta referente a um personagem mas não sei se é este o caminho para a sequencia, realmente muito curiosa para continuar a saga do Mago. Só espero que o próximo volume comece de forma mais dinâmica.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D