quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Especial Alma e Sangue - III Parte - Entrevista com Nazarethe Fonseca

Oi pessoal, nesta terceira parte do nosso Especial Alma e Sangue, apresento a vocês a autora da série, Nazarethe Fonseca, que nos contou um pouquinho sobre ela, sua vida como escritora, além, é claro, dos seus livros. Confiram abaixo a entrevista que ela nos concedeu (ATENÇÃO: Contém spoilers):

1) Primeiramente, vamos conhecer um pouco mais sobre você. Quem é a Nazarethe?

Escritora, mulher, filha, alguém com muitos projetos para realizar, blogueira por paixão, maluca por gatos. Viciada em computador, tenho quatro perfis no Orkut, além de twitter, blog, claro, e Facebook, onde possuo uma fazendinha. Romântica com o pé no chão.

2) Como é o seu processo de escrita? Alguma mania?

Para cada livro, um caderno para rabiscar, desenhar, colar coisas, retalhos de sonhos. Por algum motivo, escrevo melhor ao anoitecer; pela manhã e à tarde, complemento o que escrevi à noite. Manias, muitas, por exemplo, sempre arrumar a mesa antes de começar; e música, às vezes só o silêncio.

3) Como surgiu a série Alma e Sangue, especialmente a história de Kara e Kmam?

Foi de um sonho, algo que considero um presente, como se Jan Kmam houvesse me balançado e dito: “Vai escrever!” (risos). Graças a ele, hoje escrevo e muito. Os personagens, as cenas, a trama, os dramas de todos eles parecem sempre ter existido. Alma e Sangue vai sempre ser um pedaço de minha alma, de mim mesma.

4) Uma das coisas que mais me impressionaram no segundo livro foi a hierarquia, a história por trás do seu mundo vampírico. Por isso, esclareça-nos: como foi o processo de construção do mundo vampírico de Alma e sangue?

Tudo veio através de um único nome e ser: Radamés. Quando ele apareceu na trama, trouxe a necessidade de buscar as respostas, o Templo dos vampiros. As leis já existiam dentro da trama do primeiro livro para conter o que nós, mortais, não vemos, ou somos guiados a ver. No livro dois, houve literalmente uma avalanche de regras e leis com o desequilíbrio dentro do mundo vampírico.

Falar dos cinco poderes foi como escrever outro livro de mitologia rica. Um dia, pretendo expandir porque me sinto fascinada pelas leis deles, a forma simples e por vezes cruel como eles cuidam dos crimes.

5) Qual cena da série Alma e Sangue mais marcou você quando estava escrevendo?

No livro um: a cena em que Jan Kmam se revela vampiro para Kara; os dois juntos dentro do caixão conversando; e quando ele luta com Gustave na praia e entra no mar.

No livro dois: a cena deles dois dançando no apartamento em Paris; quando Jan luta para salvar Kara dos exterminadores; a passagem em que Kara vê Jan Kmam ferido e pega a espada dele, defendendo-o.

6) Quais os seus projetos além da série Alma e Sangue?

Estou trabalhando num livro com título provisório de Arcanos, do qual estou gostando bastante. Ele já existia, foi escrito em 1996; agora o estou atualizando, trazendo para os nossos dias. É sobre uma jovem com uma missão nada fácil: lutar contra demônios.

7) Qual a história central do novo livro da série Alma e Sangue: Kara e Kman – segredos de alma e sangue?

O livro é o diário de Kara. Nele, ela narra seus primeiros anos de vida como vampira, as dificuldades que sentiu para se adaptar. Descobre novos inimigos, poderes e leis, e se depara com a sedução do rei dos vampiros. É um livro que conta segredos de todos e se liga aos demais títulos da série.

8) O que podemos esperar do terceiro livro da série, O Pacto?

Muita emoção, ação e aventura e, claro, romance. No Pacto dos Vampiros, Jan Kmam e Kara estão passando por um momento difícil, o amor deles está sendo testado e precisa sobreviver aos inimigos, ao rei, a eles mesmos. Um Pacto milenar torna-se ameaçado e, em breve, vampiros, lobisomens e homens-lobos vão entrar em guerra graças a um inimigo oculto. Mortais e imortais estão juntos para tentar manter a paz. Os aliados são fortes, dentre eles Marie, uma bruxa poderosa e fiel aos vampiros. Mas os inimigos também contam com a magia de um bruxo extremamente perigoso e cruel, Mênon. Para quem quer saber mais sobre o mundo dos homens-lobos, vai ser uma boa oportunidade de conhecer a Alcateia e o modo como eles vivem entre nós, conquistando homens e mulheres com seu charme lupino.

9) É verdade que Alma e Sangue vai virar filme? Você poderia nos dar alguma informação sobre isso?

Já recebi duas boas propostas e estamos analisando qual será a melhor. De qualquer modo, os fãs da série terão, em breve, boas surpresas.

10) Para finalizar, um rápido pingue-pongue de perguntas (responda a primeira coisa que aparecer na cabeça).

Um livro: Entrevista com o vampiro

Uma música: “Maybe”, de Brainstorm

Um filme: A odisseia

Um lugar: minha cama

Uma boa qualidade em você: paciência

Um defeito seu: ansiedade

Um sonho não realizado: minha casa

Saudade: uma praia em especial

Paixão: batatinha

Medo: depender de alguém

Não pode faltar na sua prateleira: meus cinco livros favoritos

Confiram o blog da Nazarethe: aqui

Sigam a Nazarethe no twitter: aqui

Um comentário:

  1. Ah, eu gosto de entrevista com autores e essa fico ótima :)



    Beijos.

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D

Projeto Lendo a estante #1

Eu tenho o blog desde 2010, e desde então começou minha compulsão por comprar livros e mais livros e nunca acabar mais. Hoje me vejo com seg...