quarta-feira, 16 de março de 2011

Amante Eterno (Irmandade da Adaga Negra #2)














Editora: Universo dos Livros
Autor: J.R. WARD
ISBN: 9788579300844 
Número de páginas: 448 
Ano: 2010 



"Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre os vampiros e seus carrascos os redutores. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra. Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo letal para todos à sua volta”.

Para ler sobre o primeiro livro da série, clique aqui.

Depois que terminei de ler Amante Sombrio, simplesmente não consegui esperar para ler o próximo. E não me decepcionei!  Em Amante Eterno, J. R. Ward não deixou “a peteca cair” e continuou a escrever piadas e comentários sagazes e um romance que, apesar de bonito, não é meloso.

Desculpe-me quem discordar, mas eu não acho os romances descritos por Ward melosos. Sempre que o Rhage dizia uma declaração de amor, eu pensava: “Que lindo! (*puxa um lenço e enxuga uma lágrima*)”. Enquanto que em outros livros eu penso: “Nossa, um cara nunca vai dizer isso para alguém na vida real. Quer dizer... não sem que alguém questione a masculinidade dele”.

Enfim, divagações à parte, nesse livro um dos membros da Irmandade vai se apaixonar por uma humana. Uma humana muito sortuda, diga-se de passagem. Mary Luce é uma mulher comum que conheceu um jovem chamado John Matthew e o apresentou a sua amiga Bella. Bella, que é uma vampira, logo percebe que John também é vampiro e está próximo de passar pela transformação. Ela então decide pedir a ajuda da Irmandade para cuidar do rapaz, mas como ele é mudo, leva sua amiga Mary para o centro de treinamento dos Irmãos para servir de intérprete.

Mary não sabia nada sobre vampiros. Bella a chamou para servir de intérprete entre John e alguns professores de artes marciais que concordaram em dar algumas aulas gratuitas ao rapaz, mas quando estava naquele estranho centro de treinamento ela conhece o homem mais deslumbrante em que já colocou os olhos.

Rhage não estava se sentindo bem e também estava enxergando mal, efeitos que sempre sentia após se transformar na besta. Ao caminhar pela mansão da Irmandade percebeu a presença de uma humana desconhecida, e quando pediu para que ela se identificasse ouviu uma voz belíssima que, curiosamente, o acalmou completamente.

Foi assim que Mary e Rhage se conheceram. Ele era estonteantemente bonito e ela conseguia acalmar a besta que vivia nele.

O livro é muito bom e não consegui conter a risada em algumas partes, como quando o Rhage se apresenta com um nome falso, Hal E. Wood. Detalhe, o apelido dele é Hollywood. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Bella: “- Como digo que se chama?”
Rhage: "- Diga que me chamo... Hal. Hal E. Wood”.

Leia mais alguns trechinhos do livro:

Rhage: “Bem. Se não posso tê-la, então, eu me dou inteiro para você. Pegue tudo de mim, uma parte, um pedacinho só, o que quiser. Mas, por favor, fique com alguma coisa”.

Mary: "Deus, deixe-me apenas ficar aqui com ele e amá-lo um pouco mais. Prometo não desperdiçar os momentos. Eu o abraçarei e nunca o deixarei...”

Livro recomendado!!

8 comentários:

  1. Eu adoro o Rhange! O amor dele e Mary é muito fofo!

    ResponderExcluir
  2. Ahh, eu quero muito esse livro!

    ;D

    Ótima Resenha!

    Beijo

    http://livrosefuxicos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Ain...o que falar de IAN???? Amo, amo, amo...apesar de que este não é o meu preferido!!

    Eu adooooro a Mary...ela é uma verdadeira guerreira...porque o que ela passou não brinque não...sem contar o papel que ela passa desempenhar mais a frente na série!!

    Ótima resenha, Grazi!!

    =*

    ResponderExcluir
  4. By the way....essa que comentou aí em cima sou eu...é pq. eu tava logada com a minha outra conta!

    =p

    ResponderExcluir
  5. Carol, só pela forma de escrever já dava p/ ver que o comentário era seu. kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Qdo vi o "amo, amo, amo" já vi logo que era vc surtando pela serie. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Só posso dizer uma coisa, não irá ter um livro que vc não vai se apaixonar, até o Butch que achei q seria fraco, foi excelente, ou seja ler IAN torna-se vicio kkkkk

    Linda a resenha

    ResponderExcluir
  7. Estou louca pra ler todos os livros da Irmandade da Adaga Negra *--*
    Parabéns pela resenha*--*
    Já somos suas seguidoras!
    Também participamos da Maratona de Banca! :D
    Visita lá o nosso blog *.*
    Beijos

    Entre Amigas
    entres2amigas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ahhhh esse livro é lindo. O amor de Rhage e Mary é puro e intenso, causando suspiros em quem lê.
    Adoro :-)

    Parabéns pela resenha. Super no clima do livro.

    Bjsss

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D