segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Filme: Intocáveis





Diretor: Olivier Nakache, Eric Toledano
Elenco: François Cluzet, Omar Sy, Anne Le Ny, Audrey Fleurot, Clotilde Mollet, Alba Gaïa Kraghede Bellugi, Cyrril Mendy, Christian Ameri
Produção: Nicolas Duval-Adassovsky, Laurent Zeitoun, Yann Zenou
Roteiro: Olivier Nakache, Eric Toledano
Fotografia: Mathieu Vadepied
Trilha Sonora: Ludovico Einaudi
Duração: 112 min.
País: França




Sinopse: Philippe, um refinado multimilionário tetraplégico francês, precisa de um auxiliar de enfermagem para o auxiliar nas suas atividades rotineiras.
O contratado é Driss, um senegalês que vive nos subúrbios de Paris, que acaba de cumprir uma pena de seis meses de prisão e que não tem qualquer formação para o cargo




Eu sou uma pessoa tímida com as palavras, nunca acho que consigo exprimir meu amor por algo que eu gostei muito usando somente palavras e é o que aconteceu com o filme Intocáveis, vou tentar por meio deste texto transmitir a todos vocês a beleza deste filme.

Intocáveis é um filme francês, gosto muito do cinema da França pois ele tem uma produção cinematográfica muito própria e o pais prefere assistir filmes nacionais, gostaria muito que no Brasil fosse assim, e como ele foi um super sucesso de bilheteria no mundo chegou com tudo aqui em São Paulo.

Assisti este filme totalmente no impulso e em um lugar incrível, que é o Cine Livraria Cultura do Conjunto Nacional que fica na Avenida Paulista, e além de ser a melhor livraria de São Paulo ( e olha que já fui em quase todas) ela possui um teatro e um cinema, a sala de cinema é a mais bonita que já tive a oportunidade de estar, com cortinas clássicas cadeiras super confortáveis e uma tela e som maravilhosos, amei o cinema, pena que só tem duas salas, agora vamos ao filme.

Phillipe é um multimilionário que é tetraplégico e esta na seleção de mais uma pessoa para cuidar dele, e como o salário é muito bom a concorrência é grande, é ai que entra Driss, um imigrante africano que mora com a tia e seus muitos filhos, acaba de sair da cadeia e por isso não consegue arrumar emprego, nós Brasileiros sempre pensamos que os países ricos não possuem dificuldades e o personagem do Driss mora no subúrbio de Paris e sofre todos os preconceitos, esta questão da imigração de africanos é muito forte na França o que gera uma grande população de desempregados, vagabundos e traficantes neste tipo de população.

No fim Driss é o contratado e o seu jeito irreverente e engraçado vai mudar Phillipe para sempre e a relação dos dois é linda de se ver, outra coisa, não se engane pelo cartaz ou pela sinopse, ele é um drama mas que possui muita comédia, eu ri muito com esse filme, o Driss é um personagem cativante e muito engraçado, você vai rolar de rir com Intocáveis mas também irá se emocionar.

A história do filme é real e foi baseado no livro O segundo suspiro escrito pelo próprio Phillipe, estou louca por este livro, amei a história dos dois.

Intocáveis é um filme único, nunca vi nada igual, com certeza o melhor filme do ano e um dos melhores da minha vida, o cinema Francês é muito bom e sempre me surpreende.

Nunca esquecerei de Phillipe e Driss.

Quero mais cinema Europeu no Brasil. 


Um comentário:

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D

Projeto Lendo a estante #1

Eu tenho o blog desde 2010, e desde então começou minha compulsão por comprar livros e mais livros e nunca acabar mais. Hoje me vejo com seg...