quinta-feira, 2 de setembro de 2010

A Mulher do Viajante no Tempo - Audrey Niffenegger











Título Original: The time traveler's wife
Editora: Suma de letras
N° de páginas: 456
I.S.B.N.: 9788560280407
Categoria: Romance

Olá leitores, trago hoje para vocês a dica de um livro que já faz um tempinho que li, por isso me perdoem se a resenha não for tão detalhada como costumo fazer. Antes de expressar minha opinião, vejamos a sinopse:

"A Mulher do Viajante do Tempo conta a história do casal Henry e Clare. Quando os dois se conhecem Henry tem 28 anos e Clare, 20. Ele é um moderno bibliotecário; ela, uma linda estudante de arte. Os dois se apaixonam, se casam e passam a perseguir os objetivos comuns à maioria dos casais: filhos, bons amigos, um trabalho gratificante. Mas o seu casamento nunca poderá ser normal. Henry sofre de um distúrbio genético raro e de tempos em tempos, seu relógio biológico dá uma guinada para frente ou para trás e ele então é capaz de viajar no tempo, levado a momentos emocionalmente importantes de sua vida tanto no passado quanto no futuro. Causados por acontecimentos estressantes, os deslocamentos são imprevisíveis e Henry é incapaz de controlá-los. A cada viagem, ele tem uma idade diferente e precisa se readaptar mais uma vez à própria vida. E Clare, para quem o tempo passa normalmente, tem de aprender a conviver com a ausência de Henry e com o caráter inusitado de sua relação.
Neste livro, a autora mostra com muita sensibilidade, inteligência e bom humor que o verdadeiro amor é capaz de transpor todas as barreiras - inclusive a mais implacável de todas: o tempo."
O livro conta a história de Henry, um rapaz que sofre de um distúrbio genético que o faz viajar no tempo, e de Clare, uma menina/moça/mulher que entra na vida de Henry a partir de uma dessas viajens temporais dele.

Henry é afetado pelo distúrbio temporal pela primeira vez aos cinco anos de idade e a partir daí sua vida muda completamente. Só para vocês teram noção, quem recebe o Henry com 5 anos de idade em sua primeira viajem no tempo é o próprio Henry, mas este está com 24 anos!

"[...] Eu com 5 anos, cabelo preto espetado, muito branquelo, com olhos castanhos quase eslávicos, magro, esperto. Aos cinco anos , sou feliz protegido por uma vida normal e pelos braços de meus pais. Tudo mudou, começando a partir de agora." (Henry com 24 anos; p. 35)

Continuando, ele não controla as viajens e, nelas, ele deixa tudo que é material para trás e vai apenas com seu corpo, ou seja, além de aparecer do nada ,em qualquer lugar, em qualquer época, ele ainda aparece pelado (Detalhe que: apesar de ele aparecer em qualquer lugar, certos locais são mais "atrativos")!
"Às vezes é como se sua atenção desviasse um instantinho. Então, sobressaltado, você percebe que o livro que estava na sua mão, a camisa vermelha de algodão xadrez com botões brancos, o jeans preto preferido e as meias marrons quase furadas, a sala, a chaleira prestes a apitar na cozinha: tudo isso sumiu. Você está em pé, pelado, dentro de uma vala, com água gelada até os tornozelos, numa estrada de terra não identificada." (Henry, p. 9)
A estória começa com Henry (aos 28 anos de idade) encontrando Clare (aqui com 20 anos) pela primeira vez, enquanto esta já o conhece por toda vida, pois, desde que tinha 6 anos de idade, Henry a visita sempre, mas uma versão mais velha deste.

A partir daí vemos o crescimento e amadurecimento do relacionamento deles, tanto no presente quanto no passado, pois enquanto Clare adulta tem que conviver com as constantes ausências de Henry no presente, que está viajando cada vez mais com o passar da idade, ele vai bastante ao passado, visitando, dentre outros lugares e pessoas, Clare, finalmente vivenciando com ela todos aqueles momentos de que ela lhe falava.
"[...] Agora espero Henry. Ele some sem querer, sem avisar. Espero. Tenho a sensação de que cada minuto de espera é um ano, uma eternidade. Cada minuto é lento e transparente como vidro. A cada minuto que passa, vejo uma fila de infinitos minutos, à espera. Por que ele foi aonde não posso ir atrás?" (Clare; p. 9)

Tudo isso, como vocês podem perceber, não é fácil de lidar, exigindo de ambos determinação e esforço para manter o relacionamento, construindo, assim, um dos mais belos romances que vi. Vou parar por aqui para não soltar nenhum spoiler!

Duas coisas principais me chamaram a atenção na construção desse livro: primeiro, foi o fato dos capítulos serem narrados partes por Henry e parte por Clare, sempre alternando o ponto de vista deles. Acredito que isso mostra o quão bem Audrey soube desenvolver a história, pois em nenhum momento eles se confundem! Além deste diferencial, cada capítulo, ou ainda dentro do mesmo capítulo (como uma subdivisão deste) temos a indicação da data e às vezes até da hora, bem como da respectiva idade de Henry e Clare, para nos ajudar a situar em que momento da vida de cada um estamos, o que é de extrema necessidade e requer bastante a nossa atenção para não ficarmos perdidos.

Este livro foi adaptado para o cinema - atualmente está disponível em DVD - mas ao contrário das péssimas adaptações que vemos por aí posso garantir que essa foi fiel (ALELUIAAAA)!! A essência e os principais momentos do livro foram mantidos, sem contar que o elenco é de arrasar (Rachel McAdams e Eric Bana ficaram liiiindos juntos)!!

Minha única crítica em relação ao filme foi o título com o qual ele foi trazido ao Brasil: Te Amarei Para Sempre. Por que esse povo não manteve o título original americano: The Time Traveler's Wife (que é o mesmo do livro nos EUA e, por acaso, alôooo, o mesmo do livro no Brasil, só que traduzido direitinho!).

Para quem ainda não teve a oportunidade de ver o filme e ler o livro, fica a dica! Garanto que vale muuuuito a pena!!

Confiram o trailer do filme (ATENÇÃO: O trailer contém spoilers!!):


5 comentários:

  1. Carol,
    Amei a resenha. Comecei a ler esse livro mas parei. As idas e vindas de Henry me confundiram um pouquinho. Vou dar mais uma chance a ele. Merece !

    Bjs
    Luka.

    ResponderExcluir
  2. Ameiiii Carol!! Resenha PERFEITA!! =´)

    Comecei a ler ontem e fiquei até as 4 e meia acordada!! O livro é LINDO mesmoooo!! Final de semana alugo o filme pra assistir!

    Já entrou pra lista de livros preferidos! =´)

    Beijoooooo!!!

    ResponderExcluir
  3. Oii! Eu vi o filme, e ainda não tive a oportunidade de ler o livro!
    Mas, apesar de ter achado o filme bonito, achei uma loucura total!
    hahaha
    Beijinhos
    Gabi - Está Inspirada

    ResponderExcluir
  4. Luka, dá mais uma chance sim...vale muuuito a pena!!

    Alba, pode ver o filme é tranquila! Claro q eles cortaram alguma coisa, mas não foi nda essencial...o principal vc vai ver lá...e emociona demais também...só de ver o trailer já choro!!

    Gabi, se vc achou o filme louco, o livro é mais ainda...até pq. tem mto mais coisa, mas é só ler com calma e prestar atenção nas referência q a própria autora coloca q vc se situa!!

    Obrigada pelos comments meninas!!

    =*

    ResponderExcluir
  5. Aii, eu quero ler! Eu já vi esse filme antes mesmo de saber q tinha sido baseado em um livro, eu simplesmente adorei! E o livro ainda não li pq tem um precinho bem salgadinho né?rs!
    Adorei a resenha Carol.. bjuss!

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D

Projeto Lendo a estante #1

Eu tenho o blog desde 2010, e desde então começou minha compulsão por comprar livros e mais livros e nunca acabar mais. Hoje me vejo com seg...