quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Off Tv: Heroes


Hoje vou falar de uma das minhas séries favoritas: Heroes. Vou falar de forma bem geral e tentar não dar muitos spoilers.

Desculpa se o post ficar grande, é por que esse post é como um obituário. Vocês vão saber o porquê depois.

Heroes conta as histórias de pessoas comuns com habilidades especiais como voar, ler mentes, auto-curar, explodir coisas, entre outros, e uma coisa diferente sobre essa série é que ela se passou em várias partes do mundo, como EUA, India, Japão e outros países.

Heroes é um drama de pessoas que têm contas a pagar, problemas com a família, problemas com drogas e que descobrem que não é porque elas têm habilidades (ou poderes se preferir) que a vida delas será melhor ou pior.

Esses são alguns personagens principais:

Claire Bennet (Hayden Panettiere) - Digamos que é a persoagem 'principal' de Heroes devido a importância que ela tem para o desenrolar da história. Claire é filha de Noah Bennet e mora em Odessa, Texas, e vive sua vida de líder de torcida até que ela descobre que consegue se curar de qualquer ferimento.


Peter Petrelli (Milo Ventimiglia) - Peter pertence a uma das mais importantes famílias de New York, mas resolve ser enfermeiro para poder ajudar as pessoas. O poder dele na primeira temporada, por que o coitado perdeu seus poderes no decorrer da série, era absorver os poderes de outras pessoas com habilidades, ou seja, quanto ele está perto da Claire ele pode se curar.

Hiro Nakamura (Masi Oka) - Hiro mora no japão e descobre que consegue parar e voltar no tempo, é o Senhor do Tempo e Espaço, como ele mesmo diz. Com isso ele acaba indo para o futuro e descobrindo que algo terrível iria acontecer em New York e resolve impedir.

Mohinder Suresh (Sendhil Ramamurthy) - Digamos que o personagem principal da série sempre foi aquele que não tinha poderes. Mohinder é um professor que mora na Índia e que descobre que seu pai que tinha ido para New York estudar pessoas com habilidades especiais tinha sido assasinado, ele vai até o local e acaba descobrindo toda a pesquisa do pai e pelo que ele teria sido assasinado. Mesmo sem poderes, Mohinder acaba entrando na história como mentor de todos que têm habilidades.

Matt Parkman (Greg Grunberg) - Matt é um policial de Los Angeles que está investigando uma série de assasinatos nos quais as pessoas têm sua cabeça cortada e seu cérebro tirado. Porém, durante as investigações, descobre que consegue ler as mentes das pessoas e depois seu poder evolui para controle mental e de pensamentos.

Sylar (Zachary Quinto) - é complicado falar de Sylar ou Gabriel Gray, por que além de ser meu personagem favorito, tem uma história super complexa na série. Posso dizer que seu poder é o de 'absover' ou na verdade roubar os poderes de outras pessoas, mas para ele ficar com o poder da pessoa ele tem que absorver o cérebro dela, por isso ele acaba se tornando um Serial Killer. Para mim, Sylar é um dos vilões mais complexos e deliciosos que já existiram. Sem falar que ele é um charme #prontofalei.


Existe outras dezenas de personagens super legais que eu não pude citar por que, enfim, ia ficar um super post maior do que já está.

Voltando a falar da série, na minha humilde opinião, Heroes tem a melhor primeira temporada de qualquer série que já existiu, o que justifica o seu sucesso mundial. A história é perfeita, o roteiro bem elaborado sem deixar fios soltos e muitos bons personagens. Heroes era a série número 1 em audiência entre 2006 e 2007. E a frase ' Save the chealeader save the world' correu o mundo e realmente a série era muito boa.

Mas, as vezes, o sucesso acaba destruindo um artista. No caso de Heroes foi bem pior, a série aos poucos teve todo seu encanto e todo o seu arsenal de histórias e personagens bons destruídos. A segunda temporada, devido a greve dos roteiristas de 2008, teve um número reduzido de episódios e teve uma história sem pé nem cabeça e um final que me fez quase jogar meu notebook do quarto andar de tanta raiva que eu estava. Pacientemente, eu aguardei pela terceira temporada esperando uma melhora, e por alguns instantes ela ocorreu, mas mesmo assim alguns personagens tiveram seu encanto quebrado, como o Peter que perdeu seus poderes e que, quando voltaram, nunca mais foram os mesmos de antes, e o Sylar que ficou bonzinho.

Desde a terceira temporada, que teve níveis de audiência muito baixos, surgiam rumores que a série seria cancelada, mas veio a quarta temporada cheia de personagens novos e uma história mais consistente, dando aos fãs mais uma esperança, mas não adiantou nada, a má fama ja tinha chegado e a audiência não melhorou. E esse ano de 2010 a série foi oficialmente cancelada pelo canal NBC.

Eu sei que o mundo gira em torno de dinheiro e tal, e que televisões usam a audiência para decidir o futuro de um programa, eu sei, eu trabalho com isso, mas cancelar assim do nada sem dar um desfecho digno para a série é o que eu acho um absurdo. Tipo, a série foi cancelada e sem nenhuma palavra da NBC e do criador da série o Tim Kring, fdp, só cancelaram a série e acabou, tipo, se quiser leia o gibi ou assista as outras temporadas.

Gente desculpa a minha revolta, mas quando se é fã de algo, mesmo que essa coisa acabe, acabe com estilo para que possamos lembrar dela com carinho e nostalgia, como Sex and the City, e não como Heroes e Caverna do Dragão que nunca vão ter um final.


Bem que alguem podia ter me ajudado a fazer uma lápide em HTML.

Um comentário:

  1. Eu tenho uma opinião parecida em relação a Heroes.
    Foi a melhor primeira temporada de todas! Eu assisti a série até o fim, mesmo gritando de raiva nos episódios ruins, e fiquei mais chateada quando cancelaram sem dar um final digno!! Como que eles fazem a Clair fazer aquilo e a gente fica sem saber o que vai acontecer??? Poxa, poxa.
    Eles zoaram demais com os personagens, ficou muito estranho. Personagens que mudaram completamente, do nada, sem razão que justificasse essa mudança, era estranho demais, aff...
    Quando penso na história que poderia ter tido, dá uma tristeza... podiam ter contratado a gente como roteirista, ao invés de ter feito essa imensa merda com a série!! :/

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D

Projeto Lendo a estante #1

Eu tenho o blog desde 2010, e desde então começou minha compulsão por comprar livros e mais livros e nunca acabar mais. Hoje me vejo com seg...