sábado, 19 de fevereiro de 2011

Conheça o Diretor: Tim Burton

Estou voltando para a coluna Conheça o Diretor depois de muito tempo, mas espero que os posts sejam mais regulares regulares.

O diretor da vez é um dos meus favoritos,e não tinha como ser diferente. Conheça Tim Burton!

Tim Burton nasceu em 25 de agosto de 1958, em Burbank California. Bem, ele nunca foi um california boy, sempre foi uma criança introvertida que gostava de filmes de Vincent Price, seu ídolo, e ler contos de Edgar Alan Poe. Começou sua carreira na Disney, onde ganhou uma bolsa para estudar no Instituto de Artes da Califórnia e foi nessa época que ele fez seus primeiros curtas: Vincent, sobre a história de um menino que achava que era Vincent Price, e Frankenweenie, que conta a história de um menino que recussita um cachorro. Esses seus primeiros trabalhos não foram bem vistos pela Disney pelo teor dark deles.

Aos poucos Tim Burton foi ganhando seu espaço na indústria do cinema, com alguns filmes geniais e outros que foram um completo desastre. Hoje em dia é um diretor muito popular, principalmente por conta dos seus filmes com Johnny Deep.

Tim Burton é casado com a atriz Helena Bohan Carter (diva) com quem tem dois filhos.

Filmografia:
  • A grandes aventuras de Pee Wee (1985)
O excêntrico Pee-wee, uma criança dentro de um homem, embarca na maior aventura de sua vida pelos EUA, para achar sua amada bicicleta, que fora roubada em plena luz do dia. No caminho encontra com motoqueiros, um caminhão fantasma, cowboy, uma garçonete sonhadora e seu namorado invejoso e violento até descobrir que sua bicicleta estava no estúdio da Warner Brothers.


Comentário: Esse foi o primeiro filme de Burton e foi um sucesso já que Pee Wee tinha grande audiência na TV. Acho que muita gente já viu esse filmes nas sessões da tarde da vida.





  • Os Fantasmas se Divertem (1988)
Após morrerem quando o carro deles cai em um rio, Barbara Maitland (Geena Davis) e Adam Maitland (Alec Baldwin) se vêem como fantasmas que não podem sair da sua casa de campo na Nova Inglaterra, pois antes que possam ganhar suas asas têm que ocupar a casa como fantasmas pelos próximos cinqüenta anos. A paz é rompida quando Charles (Jeffrey Jones) e Delia Deitz (Catherine O'Hara), um casal de novos-ricos, compra a casa. Mas os Maitland são inofensivos como fantasmas e os esforços para espantar os compradores acaba em fracasso. E se o casal não fica apavavorado, Lydia Deitz (Winona Ryder), a excêntrica e dark filha deles, pode ver e falar com Barbara e Adam, que contratam os serviços de um Beetlejuice (Michael Keaton), um "bio-exorcista", para apavorar os moradores, apesar de sentirem simpatia por Lydia.



Comentário: Amo esse filme, um dos melhores de Burton e com certeza muita gente já viu. É super divertido e Beetlejuice é um personagem que marcou realmente.

  • Batman (1989)
Em Gotham City, um milionário (Michael Keaton), que quando jovem teve os pais assassinados por bandidos, resolve combater o crime como Batman, o Homem-Morcego. Mas o vilão Coringa (Jack Nicholson) decide dominar a cidade e se torna um grande desafio para o super-herói.

Comentário: A melhor adaptação de Batman já feita, não desmerecendo os filmes de Christopher Nolan, mas esse filme tem uma caracterização que lembra os quadrinhos e Jack Nicholson é o melhor coringa de todos, e sim, Micheal Keaton é o melhor Batman de todos os tempos. Um grande filme.






  • Edward Mãos de Tesoura (1990)
Peg Boggs (Dianne Wiest) é uma vendedora da Avon que acidentalmente descobre Edward (Johnny Depp), um jovem que mora sozinho em um castelo no topo de uma montanha e que na verdade foi criado por um inventor (Vincent Price), que morreu antes de dar mãos ao estranho ser, que possui apenas enormes lâminas no lugar delas.Isto o impede de poder se aproximar dos humanos, a não ser para criar revolucionários cortes de cabelos, mas ele dá vazão à sua solidão interior ao podar a vegetação em forma de figuras ou esculpir lindas imagens no gelo. No entanto, Edward é vítima da sua inocência e, se é amado por uns, é perseguido e usado por outros.

Comentário: Acho que todo mundo já viu esse filme. É o filme que trouxe a Tim Burton confiança em seus próprios projetos, elevou Johnny Deep ao grande estrelato e que, junto com Winona Rider, formou o casal queridinho dos anos 90. Um a história simples mas muito sensível. Sempre me faz chorar.

  • Batman, O Retorno (1992)
Com o objetivo de manipular Gotham City, um milionário (Christopher Walken) tenta transformar o Pinguim (Danny DeVito), um ser deformado que tinha sido abandonado ainda bebê nos esgotos, em prefeito da cidade. Como se isto não bastasse, surge a Mulher-Gato (Michelle Pfeiffer) que, apesar de ser linda e sedutora, também tem dupla personalidade, em razão de problemas no passado. Ambos se tornam verdadeiros pesadelos para Batman no presente.

Comentário: Adoro o pinguin, Danny deVito está sensacional, e Michele Pfeiffer é a melhor mulher gato de todos os tempos. Adoro esse filme e pra mim conseguiu ser melhor do que o primeiro.





  • Ed Wood (1994)

Um retrato da vida de Ed Wood (Johnny Depp) é concentrado nos anos 50, quando se envolveu com um bando de atores desajustados, incluindo um Bela Lugosi (Martin Landau) em fim de carreira, e fez filmes de péssima qualidade, que o fizeram passar para a história como o pior diretor de todos os tempos.

Comentário: Esse filme foi um completo fracasso de bilheteria, mas para mim é um dos melhores filmes de Tim Burton. O elenco é sensacional, a começar por Martin Landau que faz um Bela Lugosi que me fez rir e chorar. Johnny Deep também está ótimo fazendo o diretor que gostava de se vestir de mulher. É uma bela homenagem ao ídolo de Burton que inspirou muitos dos seus filmes.
Ed Wood ganhou dois Oscars: Melhor Maquiagem e Melhor Ator Coadjuvante para Martin Landau, super merecido.
"Obrigado Tim por ter me dado o papel da minha vida'' - Martin Landau no Oscar 1995

  • Marte Ataca! (1996)


Marcianos invadem a Terra planejando transformar nosso planeta em seu parque de diversões. Para isso, saem matando todos que vêem pela frente, tudo na mais perfeita diversão. Se o presidente Dale (Jack Nicholson) nada fizer, a raça humana poderá entrar em extinção em um período curtíssimo de tempo
.

Comentário: Uma vez passou esse filme na TV, muito tempo depois fui descobrir que era de Tim Burton. Ainda não sei se gostei ou não do filme.






  • A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça (1999)
Em 1799, uma série de crimes envolvendo inocentes acontece no pequeno vilarejo de Sleepy Hollow. Para investigar o caso é chamado o detetive nova-iorquino Ichabod Crane (Johnny Depp), um excêntrico e determinado oficial de polícia com um jeito avant-garde de solucionar crimes. Os métodos investigativos de Ichabod serão postos à prova neste caso, que envolve um ser sobrenatural que pode ser o causador de todos os crimes.

Comentário: Tim Burton voltou às grandes bilheterias com esse filme e foi um grande sucesso. Os cenários desse filme são perfeitos, e ganhou o Oscar de Melhor Direção de Arte.
O filme é muito bom.




  • Planeta dos macados (2001)

Após sofrer um acidente na espaçonave em que estava, Leo Davidson (Mark Wahlberg) chega em um planeta estranho e primitivo, onde os humanos migalham por sua subsistência, são caçados e escravizados por primatas tiranos, que formam o poder local. Sem concordar com a opressão imposta à raça humana, Leo logo se torna uma séria ameaça ao status quo local e dá início à uma revolução social no planeta.

Comentário: Todo mundo comete erros na vida, e o erro de Tim Burton foi Planeta dos Macacos. Já falei e repito, Mark Wahlberg seria ótimo ator se não aceitasse fazer filmes ruins e esse é seu maior exemplo. A única coisa boa desse filme foi que Tim Burton conheceu Helan Bohan Carter.


  • Peixe Grande e Suas histórias Maravilhosas (2003)
Ed Bloom (Albert Finney) é um grande contador de histórias. Quando jovem Ed saiu de sua pequena cidade-natal, no Alabama, para realizar uma volta ao mundo. A diversão predileta de Ed, já velho, é contar sobre as aventuras que viveu neste período, mesclando realidade com fantasia. As histórias fascinam todos que as ouvem, com exceção de Will (Billy Crudup), filho de Ed. Até que Sandra (Jessica Lange), mãe de Will, tenta aproximar pai e filho, o que faz com que Ed enfim tenha que separar a ficção da realidade de suas histórias.

Comentário: Um filme de Tim Burton que não parece filme de Tim Burton. Big Fish, um filme maravilhoso, lindo, emocionante, eu choro horrores. É o grande filme de Burton, que dedicou ao seu pai que morreu.



  • Fantástica Fábrica de Chocolate (2005)
Willy Wonka (Johnny Depp) é o excêntrico dono da maior fábrica de doces do planeta, que decide realizar um concurso mundial para escolher um herdeiro para seu império. Cinco crianças de sorte, entre elas Charlie Bucket (Freddie Highmore), encontram um convite dourado em barras de chocolate Wonka e com isso ganham uma visita guiada pela lendária fábrica de chocolate, que não era visitada por ninguém há 15 anos. Encantado com as maravilhas da fábrica, Charlie fica cada vez mais fascinado com a visita.

Comentário: Esse filme é controverso, muita gente acha que é um péssimo remake do filme original, mas temos que esclarecer que o filme de Burton é diretamente adaptado do livro de Roald Dahl e o filme original é um musical livre apatado. São visões diferentes da mesma história. Adoro os dois do mesmo modo.


  • A Noiva Cadáver (2005)
Em um vilarejo europeu do século XIX vive Victor Van Dorst (Johnny Depp), um jovem que está prestes a se casar com Victoria Everglot (Emily Watson). Porém acidentalmente Victor se casa com a Noiva-Cadáver (Helena Bonham Carter), que o leva para conhecer a Terra dos Mortos. Desejando desfazer o ocorrido para poder enfim se casar com Victoria, aos poucos Victor percebe que a Terra dos Mortos é bem mais animada do que o meio vitoriano em que nasceu e cresceu.

Comentário: Só esclarecendo: O Estranho Mundo de Jack não é dirigido por Tim Burton como alguns acham, ele somente produziu e escreveu o roteiro. A primeira animação como diretor foi mesmo A Noiva Cadáver, que é um filme super gracinha, feito todo em stop motion e que concoreu ao Oscar de Melhor Animação.



  • Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2005)
Benjamin Barker (Johnny Depp) passou 15 anos afastado de Londres, após ser obrigado a deixar sua esposa e sua filha. Ele retorna à cidade ávido por vingança, agora usando a alcunha de Sweeney Todd. Logo ele decide ir à sua antiga barbearia, agora transformada em uma loja de fachada para vender as tortas feitas pela sra. Lovett (Helena Bonham Carter). Com o apoio dela Todd volta a trabalhar como barbeiro, numa sala acima da loja. Porém o grande objetivo de Todd é se vingar do juiz Turpin (Alan Rickman), que o enviou para a Austrália sob falsas acusações para que pudesse roubar sua mulher Lucy (Laura Michelle Kelly) e sua filha.

Comentário: Somente Tim Burton conseguiria adaptar esse musical para o cinema. Eu adorei esse filme, a atuação de Johnny está ótima e ele cantando é a coisa mais linda. O filme ganhou o Oscar de Melhor Direção de Arte e Johnny ganhou Melhor Ator de Comédia/Musical no Globo de Ouro.


A trama será uma espécie de sequência do clássico original: Alice (Mia Wasikowska), aos 17 anos, vai a uma festa vitoriana e descobre que está prestes a ser pedida em casamento perante centenas de socialites. Ela então foge, seguindo um coelho branco, e vai parar no País das Maravilhas, um local que ela visitou há dez anos, mas não se lembrava.

Comentário: Como já falei na minha crítica eu amei Alice em todos os aspectos. Agora, falarem que esse é um dos piores do ano é ser muito @s#$&%¨*!! O filme já é um marco na carreira de Burton.





Vale a pena assistir: Edward Mãos de Tesoura, Ed Wood, Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas, A Noiva Cadáver, Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet e Alice No Pais das Maravilhas.

Corra de: Marte Ataca e Planeta dos Macacos.

Bem gente, é isso. Os próximos projetos de Tim Burton são o longa metragem de animação baseado no seu curta
Frankenweenie e a adaptação do seriado dos anos 60 Dark Shadows, com Johnny Deep como o vampiro Barnabas.

Desculpem se o post ficou muito longo, mas foi necessário para falar da trajetória desse grande diretor.

Bom sábado.

2 comentários:

  1. Nossa, acho que cresci assistindo os filmes do Tim Burton. Ele é demais!

    O post ficou ótimo =D

    ResponderExcluir
  2. adooooro os filmes do tim burton, edward scissorhands eh um dos meus filmes preferidos *-* sempre quis ver a noite cadaver mas nunca tive oportunidade D: mas jah assisti beetlejuice, sweeney todd, o cavaleiro sem cabeça, a fantastica fabrica de chocolates e alice in wonderland, adorei toooodos *-*

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D