sexta-feira, 12 de agosto de 2011

A Princesa Leal - Philippa Gregory (Tudors #1)











 



AUTORA: Philippa Gregory
EDITORA: Record
Nº DE PÁGINAS: 447
ISBN 978-85-01-07742-4

Sinopse: "No imaginário popular, Catarina de Aragão é vista como a rainha desprezada por Henrique VIII, a nobre trocada por Ana Bolena, plebéia da corte dos Tudor. Philippa Gregory, autora de A irmã de Ana Bolena, recria a infância e a juventude da infanta de Espanha. Criada no palácio de Alhambra, em Granada, Catarina fora prometida aos três anos de idade a Artur, príncipe de Gales. No entanto, a morte prematura do jovem após o casamento, fez com que Catarina se unisse a Henrique VIII, irmão mais novo de Artur. A partir de um dos episódios mais singulares da história inglesa, Phillipa Gregory nos oferece uma romance delicioso."

Catalina, que futuramente viria a entrar para a história como Catarina de Aragão, foi uma criança que desde os três anos de idade sabia o seu destino: Ser rainha da Inglaterra. Apesar de ser tão jovem, ela já estava prometida em casamento para o Príncipe de Gales, filho de Henrique VII.

Sou uma criança de convicções absolutas. Sei que serei rainha da Inglaterra porque é a vontade de Deus (...)
Página 12

A autora fez um trabalho magistral ao reconstruir a juventude de uma mulher que ficou conhecida pelo desprezo que recebeu do marido, Henrique VIII. Em A Princesa Leal, vemos que Catarina de Aragão enfrentou muitas coisas antes do aparecimento de Ana Bolena, e, mesmo diante das adversidades, ela se manteve forte, afinal, ser rainha era o seu destino.

As intrigas que existiam na corte ficam em evidência. O jogo político que envolvia a coroa inglesa é muito forte e fica latente em cada página. Nada é feito por acaso ou sem algum interesse escondido. A corte dos Tudor não era um lugar para pessoas simplórias.

Catarina veio da Espanha para se casar com o herdeiro do trono inglês, Artur. No entanto, após poucos meses de casamento ele faleceu, deixando-a viúva e sem qualquer direito à coroa. A partir daí, ela teve que usar toda a sua inteligência e paciência, além de suportar todas as dificuldades trazidas pela espera, até que seu cunhado Harry, que viria a ser conhecido como Henrique VIII, crescesse e pudesse se casar com ela, tornando-a rainha.

No livro, Catarina e Artur tinham muita afinidade um com o outro, e teriam sido muito felizes se ele não tivesse morrido. Casar com Henrique VIII não foi uma escolha pessoal, foi algo que ela, Infanta de Espanha e nascida para governar, tinha que fazer.

Separei um trecho de uma conversa que Artur teve com Catarina sobre a ascensão – meio ilegítima – de Henrique VII ao trono. Concordo com esse pensamento de que a história é escrita pelos vencedores.

(...) Somos todos impostores até vencermos. Quando vencemos, podemos reescrever a história e as árvores genealógicas, executar nossos rivais, ou aprisioná-los, até podemos argumentar que sempre houve um único herdeiro verdadeiro: nós mesmos.
Página 118

Catarina, depois do casamento, passou a gostar de Henrique VIII. Era difícil não gostar de alguém tão carismático, apesar dos defeitos.

(...) sei que esse garoto, esse garoto encantador, se tornará um homem cujo egoísmo será um perigo para si mesmo, e para aqueles à sua volta.
Página 314

O livro inteiro é narrado por Catarina. Assim, é através dos olhos dela que vemos sua história, conhecemos seus anseios e sofrimentos. Uma criança educada para governar e que precisava desesperadamente de um reino para chamar de seu.

Claro que muitos fatos contidos nesse livro são fictícios. A Princesa Leal é a releitura da história de Catarina de Aragão feita por Philippa Gregory. A única coisa que podemos fazer é imaginar o que de fato aconteceu durante o reinado dos Tudor.

O livro é maravilhoso e te prende o tempo inteiro. A primeira parte da história é a mais bonita, conta o tempo que Catarina passou com os pais na Espanha e seu casamento com Artur.

Recomendo!!!!

OBS: Para saber mais sobre a vida de Catarina de Aragão, leia a biografia dela aqui.

3 comentários:

  1. Olá Grazi,

    Amo livros históricos e achei esse bem interessante, leria se o tivesse nas mãos!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Amo esse livro.. e vc escreveu perfeitamente sobre ele....

    eu só conhecia o q os filmes e séries mostravam sobre ela.. o trabalho da autora é tão bom nesse livro q sinceramente ñ consigo imaginar Catharina sendo de outra forma.. senão como o livro mostra.. fiquei encantada e emocionada e claro viciei na Philippa e comprei todos os outros livros hahaha

    ResponderExcluir
  3. Adorei este livro! É ótimo! Sou fascinada pelos Tudors.
    Bjo.

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D

Projeto Lendo a estante #1

Eu tenho o blog desde 2010, e desde então começou minha compulsão por comprar livros e mais livros e nunca acabar mais. Hoje me vejo com seg...