quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

A Travessia - William P. Young









Titulo:A Travessia
Autor: William P. Young
Editora: Arqueiro
Páginas: 240


Sinopse:Um derrame cerebral deixa Anthony Spencer, um multimilionário egocêntrico, em coma. Quando “acorda”, ele se vê em um mundo surreal habitado por um estranho, que descobre ser Jesus, e por uma idosa que é o Espírito Santo.
À sua frente se descortina uma paisagem que lhe revela toda a mágoa e a tristeza de sua vida terrena. Jamais poderia ter imaginado tamanho horror. Debatendo-se contra um sofrimento emocional insuportável, ele implora por uma segunda chance.
Sua prece é ouvida e ele é enviado de volta à Terra, onde viverá uma experiência de profunda comunhão com uma série de pessoas e terá a oportunidade de reexaminar a própria vida. Nessa jornada, precisará “enxergar” através dos olhos dos outros e conhecer suas visões de mundo, suas esperanças, seus medos e seus desafios.
Na busca de redenção, Tony deverá usar um poder que lhe foi concedido: o de curar uma pessoa. Será que ele terá coragem de fazer a escolha certa?



Saudações leitores do Prateleira Cultural, tudo bem com vocês?Espero que esteja tudo bem, hoje vim falar de um livro que não faz o meu estilo mas que eu resolvi ler para dar uma chance ao autor.
A Travessia é um livro meio autoajuda, espiritualista, religioso e tem seus momentos de ficção, o autor William P. Young é conhecido por seu livro Best Seller A Cabana, do qual acredito que todos ouviram falar.

Neste livro conhecemos Tony, um homem rico,  bem sucedido e também muito sozinho, pois devido ao seu temperamento ele perdeu a sua esposa por duas vezes, até que um dia ele fica doente e acaba em coma, neste momento ele vai para outro plano onde encontra Jesus e o Espirito Santo e começa a reaprender os conceitos de amor, entrega e fé, neste encontro Jesus dá ao Tony o poder de curar uma pessoa, e é obvio que ele vai querer curar a si mesmo.

Devo confessar que nas primeiras páginas eu fiquei desanimada com o rumo da história parecia realmente um livro para doutrina religiosa, mas chega um momento na história que conhecemos Cabby , um adolescente com síndrome de down, sua irmã Lindsay , que está no hospital com câncer terminal , a mãe deles Molly e a melhor amiga e companheira de casa, Maggie.

Devido a um acontecimento no livro o espirito de Tony fica preso no corpo de Cabby e ele passa a viver a rotina da família e até passa a habitar o corpo de Maggie, a convivência com o drama desta família faz com que a verdadeira mudança aconteça no nosso protagonista. Eu simplesmente amei o Cabby e a Maggie , eles são divertidos e engraçados e as situações em que eles em posso do espirito de Tony aprontam são ótimas, foi por causa destes pontos que comecei a simpatizar mais pelo livro e a leitura se arrastou para um tom bem mais interessante do que só o aspecto religioso.

A Travessia é um livro que nos ensina uma lição, mesmo que você a evite,é impossível não se sentir ‘’doutrinado’’ pelo William P. Young e seus sutis ensinamentos de vida moral e religiosa.

Minha opinião:

O livro começou um pouco arrastado, pensei até em abandonar a leitura, mas depois da página 100 a coisa melhora e muito e fui surpreendida pela facilidade com que o autor conduz a história, eu não larguei as ultimas 50 páginas. Surpreendentemente eu gostei.




Para aqueles que comentarem será sorteado um kit de marcadores da Editora Arqueiro.Eu ia tirar uma foto mas não deu.

Por favor ao comentar deixar algum twitter ou email para que eu possa entrar em contato com vocês .

2 comentários:

  1. Li A Cabana e não gostei. A Travessia me pareceu interessante; essa parte da resenha em que tu contas que a história fica boa me chamou a atenção. Gostei dela. Resolvi comprar o livro. Valeu!
    Viviane
    (vivianemilhomem@yahoo.com.br)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Virginia!
    Olha, confesso que fiquei desanimada em ler outro livro do William, sabe? Eu li A cabana e apesar de ser um livro bonito (eu achei) e muita gente se sentir "tocada", não funcionou pra mim. Achei muito filosófico... rs Enfim.
    Mas A travessia parece ser interessante! Ela dá uma mudada no cenário com esse toque meio sobrenatural (se posso chamar assim... Ou espiritual?). Se tiver oportunidade, um dia eu leio.

    Beijos!
    @jana_keanuloka

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber a sua opinião, por isso, fique a vontade para expressá-la! Mas se ela for ofensiva, não iremos aceitá-la! =D

Projeto Lendo a estante #1

Eu tenho o blog desde 2010, e desde então começou minha compulsão por comprar livros e mais livros e nunca acabar mais. Hoje me vejo com seg...